quinta-feira, 18 de março de 2010

Exercício Físico

Portugal – Idália Silva, 49 anos, sofre de esclerose múltipla desde 1997 e garante que o exercício físico “é um incentivo à estagnação da doença”. Idália foi uma das participantes da primeira aula de fitness para pessoas que sofrem desta doença, que decorreu no Holmes Place de Miraflores, Oeiras.

Trata-se de um projecto-piloto lançado pelo programa Rebicare e que tem como objectivo aumentar a qualidade de vida de pessoas que sofram de esclerose múltipla. A iniciativa consiste em duas aulas semanais no clube de Miraflores, mas se “tudo correr bem as aulas também existirão noutros ginásios da zona de Lisboa, Coimbra e Porto”, garantiu ao CM Duarte Galvão, instrutor da aula de fitness e responsável técnico do programa Rebicare.

Os exercícios físicos praticados na aula foram direccionados para “trabalhar e melhorar o equilíbrio, a nível da instabilidade e do medo, que é muito frequente nos doentes com esclerose”, explicou Duarte Galvão.

Já Ricardo Ginestal, neurologista, considerou que os doentes estão a aderir “de forma positiva” à iniciativa. “Cabe ao médico de cada doente a responsabilidade de divulgar estas aulas”, referiu, afirmando que “50 hospitais do País estão a divulgar esta iniciativa”.

O Fórum Lisboa acolhe hoje e amanhã o Congresso Nacional da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla. ‘Direitos Iguais, Tratamento Igual em Toda a Europa’ é o tema do encontro, que contará com a presença do presidente da ARS de Lisboa, Rui Portugal, na cerimónia de abertura.

Fonte: http://esclerosemultipla.wordpress.com/category/qualidade-de-vida/

Nenhum comentário:

Postar um comentário