sábado, 7 de agosto de 2010

Testosterona pode reduzir os sintomas da esclerose múltipla

Testosterona pode reduzir os sintomas da esclerose múltipla


WASHINGTON, 15 mai (AFP) - Um tratamento com testosterona reduziria os sintomas da esclerosa múltipla cíclica nos homens, segundo um estudo piloto divulgado nos Estados Unidos.

Os dez indivíduos estudados sofriam com esclerose múltipla e tinham a idade média de 46 anos. Submetidos ao tratamento com o hormônio, a degeneração cerebral destes homens diminuiu de ritmo e a massa muscular aumentou, afirmaram os pesquisadores.

"Um ano de tratamento com este hormônio masculino pode trazer uma melhora do desempenho mental e uma diminuição da atrofia do cérebro", escreveu a doutora Nancy Sicotte, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, uma das principais pesquisadoras envolvidas com o estudo.

Durante os nove meses anteriores ao estudo, o volume de massa cerebral dos dez futuros participantes diminuía 0,81% por ano. Durante os nove meses de tratamento com testosterona, este ritmo de redução da massa cerebral era 67% inferior, ou seja, 0,25% por ano.

Além desta redução, a massa muscular dos dez participantes do estudo aumentou, em média, 1,7kg durante o tratamento.

A esclerose múltipla, ou esclerose em placas, é uma doença progressiva que afeta o tecido nervoso do cérebro ou a medula espinhal.

Fonte:  http://www.apemsp.com.br/apem/noticia.php?nt=31

Nenhum comentário:

Postar um comentário